Aparelha Luzia – Um Quilombo no centro de São Paulo

Aparelha Luzia – Um Quilombo no centro de São Paulo

Não somos um recorte racial, nós somos fundamento

No centro de São Paulo, perto do metrô Marechal Deodoro, ali na região dos Campos Elíseos existe um refúgio pensado para o povo preto. Um espaço rico em cultura, música, artes, religiosidade, encontros afetivos, discussões políticas, um espaço de sociabilidade onde corpos negros estão livres e em segurança. Esse lugar se chama Aparelha Luzia.

Aparelha vem dos aparelhos, lugares onde as esquerdas políticas se organizavam nas décadas de 1960 e 1970 para resistir ao golpe militar no Brasil. Nesse caso o gênero da palavra foi mudado para o feminino pois a revolução será feminina e feminista. Já Luzia vem da primeira mulher brasileira encontrada em Minas Gerais, uma mulher negra.

Samba das Negras em Marcha

A responsável pelo Aparelha é a ativista, artista e educadora  Erica Malunguinho hoje com 35 anos, veio de Pernambuco para São Paulo com 19 anos. Trabalhou com educação infantil, formação de professores e também produziu trabalhos com fotografia, performance, escrita e desenho. Esse espaço foi pensado inicialmente como uma ateliê, que foi para além de um espaço de convivência transformando-se num espaço de criação circulação e mediação de artes negras, um lugar de fortalecimento da negritude. Inclusive a decoração foi pensada a partir de um posicionamento político e estético.

Viver sendo negro é viver em resistência

Uma mulher trans negra com coordenadora do espaço faz com que os frequentadores estejam em sintonia com todas essas discussões, existem núcleos de economia, saúde a afetividade, espiritualidade, religiosidade, e educação da população preta. A Aparelha vai além, é um refúgio mesmo, onde encontramos diversidade e multiplicidade, espaço de sociabilidade. Com a frequência de cerca de 80 porcento pessoas pretas, de várias regiões da cidade e de outros estados e países também. Um espaço verdadeiramente de liberdade. Por isso um Quilombo. Meu lugar favorito em São Paulo.

Onde fica?

Rua Apa, 78 – Campos Elíseos, São Paulo – SP, 01201-030
Telefone: (11) 3467-0998

@yzalu é o rap tio! #aparelhaluzia

A post shared by Aparelha Luzia (@aparelhaluzia) on

Preta, feminista, da quebrada de São Paulo, fotógrafa. Escrevo com luz e me arrisco nas palavras. Nado pra não me afogar. Danço pra não enferrujar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *