Ava DuVernay, uma mulher negra na direção

Ava Duvernay

Conhecemos muitas atrizes e atores negros, mas falamos pouco sobre o pessoal atrás das câmeras, diretoras negras são pouco conhecidas e reconhecidas pelo seu trabalho. O mercado é cruel, difícil de entrar e não dá visibilidade. Ava DuVernay está abrindo espaço já há algum tempo com trabalhos de grande importância para o cinema e televisão.

Não peça permisão

Ava é norte americana, nasceu em 1972. É diretora, roterista e publicitária. No seu currículo estão filmes premiados como Midlle Of Nowhere, Selma e 13ª emenda. Trabalhou no mercado publicitário por 14 anos em campanhas para diretores como Steven Spielberg, Clint Eastwood, Michael Mann e Bill Condon.

Midlle of Nowhere foi o filme que lhe deu maior destaque e levou seu nome para as premiações, escrito produzido e dirigido por ela. Por ele, Ava ganhou o prêmio de Melhor Direção no Festival de Cinema Sundance de 2012, foi a primeira mulher negra a ganhar. Antes em 2011, ela já havia dirigido o filme I Will Follow e já havia dirigido documentários.

Em 2014 chegou aos cinemas o filme Selma, que narra uma passagem da vida de Martin Luther King e os protestos nas cidades de Selma a Montgomery em 1965. Ava reescreveu boa parte do roteiro de Paul Weeb e deu mais ênfase a vida de Luther King e das pessoas de Selma.

O filme ganhou o Oscar de melhor canção original Glory e havia também sido indicado para o prêmio de melhor filme. As indicações são um reflexo da questão racial nas premiações como o Oscar e o Globo do Ouro, um problema sistêmico que impede pessoas de cor de obter reconhecimento. Uma mulher negra tem mais dificuldades. Não fez sentindo a indicação de Selma a Melhor Filme, enquanto não houve indicação pelo trabalho de Ava na direção.

13ª Emenda é o documentário de 2016 em que DuVernay decide mostrar como funciona o sistema prisional nos Estados Unidos e como essa situação está ligada à antiga escravidão. A constituição norte americana diz:

“Não haverá, nos Estados Unidos ou em qualquer lugar sujeito a sua jurisdição, nem escravidão, nem trabalhos forçados, salvo como punição de um crime pelo qual o réu tenha sido devidamente condenado”

Qual o resultado dessa emenda para o afro americanos, quando não há uma política real contra o racismo institucional? Este documentário oferece outra perspectiva sobre esse assunto muito pouco discutido.

O Documentário é exclusivo da Netflix

Na televisão ela já dirigiu um episódio de Scandal, na terceira temporada (ep. 08), e produziu alguns filmes. Mas seu trabalho mais significativo é a série Queen Sugar, ainda em exibição, já na terceira temporada. A série é uma criação de Ava em parceria com o canal da Oprah Winfrey onde é exibido. A série é sobre os irmãos Bordelon, Nova (Rutina Wesley), Charley (Dawn-Lyen Gardner) e Ralph Angel (Kofi Siriboe). Após a morte do pai eles se unem para gerenciar sua fazenda de cana que vai de mal a pior. A série é muito elogiada e trata de temas do cotidiano, dramas pessoais, e questões políticas, num universo cheio de protagonistas negros e diversos.

Ava DuVernay é produtora da série Queen Sugar, junto com Oprah Winfrey

Ava é também a fundadora da ARRAY, um grupo de distribuição e advocacia de base dedicado à amplificação de filmes de pessoas negras e mulheres, que foi nomeada uma das Empresas mais inovadoras da Fast Company. Ela ainda promove um festival de cinema com enfoque em filmes afro americanos.

Ava é uma profissional completa dentro do mundo cinematográfico, que sem pedir permisão está ocupando espaços. Deixo vocês com o trailer de Middle Of Nowhere.

Recentemente Ava foi contratada pela Disney e está na direção do filme Uma Dobra no Tempo, se tornando a primeira mulher negra a receber um orçamento acima de 100 milhões de dólares para um filme live action.

Leia também: Uma Dobra no Tempo: veja o trailer e novo pôster do filme

Biografia de Ava DuVerney no cinema:

  • A 13ª Emenda (13th, 2016)
  • For Justice (TV, Direção/Produção, 2015)
  • Selma: Uma Luta Pela Iguladade (Direção/Produção, 2014)
  • Middle of Nowhere (Direção/Roteiro/Produção, 2012)
  • Essence Presents: Faith in 2010 (TV, Direção, 2010)
  • My Mic Sounds Nice: The Truth About Women in Hip Hop (TV, Direção/Produção, 2010)
  • I Will Follow (Direção/Roteiro/Produção, 2010)
  • This is the Life (Direção/Roteiro/Produção, 2008)

Preta, feminista, da quebrada de São Paulo, fotógrafa. Escrevo com luz e me arrisco nas palavras. Nado pra não me afogar. Danço pra não enferrujar.