Seriados

Nostalgia: Um maluco no pedaço

Crescer nos anos 2000 não foi fácil, e antes era pior ainda. Mas aos poucos séries norte americanas chegaram ao Brasil e nos traziam algumas referências negras que foram importante e de relevância na cultura pop. Os protagonistas e coadjuvantes marcaram mais de uma geração e hoje são lembrados pelo seu carisma e pela nostalgia. Vamos voltar a década de 1990 e falar de The Fresh Prince of Bel Air,

Uma série sobre Rap? Assista Atlanta

Earn é um cara que ninguém quer ser, mas com quem muitos se identificam, não é bem sucedido está quebrado na verdade e parece que tudo dá sempre errado na vida dele. Largou a faculdade está de volta a Atlanta, não tem crédito no seu trabalho e nem com a sua família. O relacionamento com Vanessa a mãe de sua filha também é complicado, não anda muito bem das pernas.

Insecure

Insecure é uma das melhores séries atualmente para entender as vivências da mulher negra contemporânea. Criada e protagonizada pela comediante, produtora e roteirista Issa Rae, junto com Larry Wilmore, a série tem a premissa de contar as desventuras de duas mulheres negras chegando na casa dos trinta anos. Com muita naturalidade ela trata de temas como solidão da mulher negra, desigualdade salarial, gentrificação, racismo, poliamor, sexualidade e a masculinidade do homem negro, entre outras questões.

Black Lightning

A aguardada série sobre o super herói da DC Comics Black Lightning, que aqui no Brasil vai se chamar Raio negro, estreia dia 16 de janeiro no canal americano CW, dividindo as terças-feiras com a série do The Flash. No Brasil, a série chega ao catálogo da Netflix em 23 de janeiro. Na sinopse Jefferson Pierce (Cress Williams), é um meta-humano com a habilidade de gerar e manipular eletricidade. Antigamente ele

Desenhos infantis

Selecionamos cinco desenhos infantis com protagonistas negros para você conhecer e indicar para as crianças assistirem. Quando eu era criança dificilmente eu veria desenhos com protagonistas negros, no máximo eles seriam mais um no grupo de heróis, ou apenas o “amigo negro” do protagonista. Eu tinha referências de personagens como a Diana de Caverna do Dragão e o Kwame, representante do continente africano no desenho do Capitão Planeta. Na minha

Ela Quer Tudo

“Ela quer tudo“, (She’s gotta have it) é a nova série da Netflix, criada pelo Spike Lee baseada no filme homônimo de 1986. Preferi não ler resenhas sobre a série para escrever esse post, e ainda não tive a oportunidade de ver o filme, mas li o artigo da Vice sobre a artista Tatyana Fazlalizadeh que colabora com Spike Lee na produção da série. Porque algo que me incomodou inicialmente foi

Dear White People

A série Dear White People criou polêmica antes mesmo de estrear, com um teaser de apenas de 30 segundos ela gerou a revolta da audiência branca que clamava que a Netflix estava promovendo o “racismo reverso”, o “genocídio de pessoas brancas” e o “ódio” contra os brancos indefesos. Provavelmente foi a primeira vez na vida que eles descobriram que também faziam parte de um grupo racial, assim como os negros,

Bliss - Meninas Superpoderosas

O trio de meninas superpoderosas ganhou mais uma integrante: o nome dela é Bliss, que significa felicidade, ela é a primeira personagem negra do desenho do canal Cartoon Network. Bliss é a irmã mais velha de Docinho, Lindinha e Florzinha e também foi criada de maneira acidental pelo atrapalhado Professor Utônio. Há algumas semanas o Cartoon Network já havia anunciado que o trio se tornaria um quarteto e deixou a surpresa

Luke Cage

Se você acompanha os seriados da Netflix já deve estar por dentro da série Luke Cage, terceira série do universo Marvel na Netflix, e mais um herói que se prepara para integrar a equipe dos Defensores no ano que vem. A série estreou no dia 30 de setembro de 2016 e, além de contar a história do herói de aluguel à prova de balas, também trouxe uma trilha sonora impecável que,

crazyhead

Zapeando pela Netflix, ultimamente, tenho encontrado algumas séries com protagonistas negras interessantes. Depois de Chewing Gum foi a vez de conhecer Crazyhead e vale a pena destacar essa série. Criada por Howard Overman da série Misfits, Crazyhead pode ser comparada com séries como Buffy e Supernatural, mas com muito mais humor e uma trilha sonora ótima. No primeiro episódio conhecemos Amy (Cara Theobold), uma jovem de vinte e pouco anos com problemas mentais que trabalha em um boliche. Ela