MC Soffia lança clipe de “Money” com participação de Urias

Lançado em julho desse ano por MC Soffia, a música “Money” ganha um videoclipe disponível no YouTube.

Primeira música de trabalho do EP “Soffisticada” – primeiro da carreira da cantora -, “Money” desconstrói o estereótipo dos negros pobres, trabalhadores, que ocupam posições simples no mercado de trabalho, presente na sociedade brasileira e afirma que não há nada de errado no fato de uma menina negra ter ambição, querer ter dinheiro, estabilidade financeira e ser uma referência no mundo dos negócios.
Dirigido por Bruno Leandro, da Guetto Life Films, o clipe foi gravado em uma casa na região da Paulista (São Paulo) e mostra a MC e suas amigas aproveitando uma vida repleta de glamour e dinheiro. O video conta, ainda, com a participação da cantora Urias.

Nascida na periferia de São Paulo (em Raposo Tavares, Zona Oeste), MC Soffia começou a sua carreira aos seis anos e hoje, aos 15 anos, já é considerada um dos grandes nomes no rap nacional ao produzir sons contestadores sobre paradigmas sociais.

Ouça “Money”, de MC Soffia em https://ditto.fm/mcsoffiamoney
O clipe estará disponível no canal oficial da cantora do YouTube.
https://www.youtube.com/watch?v=WRJCUs1vF6A&feature=youtu.be
Veja algumas imagens de “Money”


EP “Soffisticada”
O EP “Soffisticada” terá cinco músicas inéditas, das quais, MC Soffia assina a letra e a música, sendo uma delas em parceria com o produtor Lucas Spike (Recayd Mob). Produzido de forma independente, o trabalho foi gravado, mixado e masterizado no Estúdio El Rocha – dos irmãos Daniel Ganjaman, Fernando Sanches e Maurício Takara –, considerado um dos responsáveis pelos melhores álbuns da cena independente brasileira nos últimos anos. A foto de capa tem assinatura do Brechó Replay e do fotógrafo Alexandre Furcolin. A distribuição digital de “Soffisticada” está a cargo da Ditto Music. Segundo a mãe e empresária, Kamilah Pimentel, no novo trabalho, a filha continua falando de questões raciais e sociais, com músicas dançantes e curtas, para atingir o público jovem

Leia também:
[Playlist] O que você precisa ouvir no primeiro semestre de 2019

Sobre a MC Soffia
Soffia Gomes da Rocha Gregório Correia, mais conhecida como MC Soffia, é uma rapper, cantora e compositora brasileira. É conhecida pelas letras de suas canções, que falam sobre distorções sociais graves, como preconceito, racismo, machismo e que incentivam outras garotas a se amarem do jeito que são. Começou a sua carreira aos seis anos, logo após participar do projeto “O Futuro do Hip Hop”. Hoje, com 15, gosta de produzir sons contestadores sobre paradigmas sociais. Para ela, nascida e criada na periferia de São Paulo (SP), o rap significa “música de força e resistência”. A rapper já se apresentou em grandes eventos, como a Virada Cultural de São Paulo e o Festival Afro-Latinidades, em Brasília. Ao lado do ator Jean Paulo Campos, a artista foi uma das dez estrelas mirins do Dancing Brasil Junior, apresentado por Xuxa Meneghel, na Record TV, em dezembro de 2018. O trabalho da rapper paulistana foi reconhecido internacionalmente por contribuir para melhorar a vida das pessoas de todo o mundo. MC Soffia foi convidada a integrando um grupo de 52 jovens ativistas retratadas na publicação inglesa “Resisters: 52 Young Women Making Herstory Right Now”, da jornalista Lauren Sharkey, lançada em fevereiro de 2019. Em agosto, durante o 47º Festival de Cinema de Gramado (RS), MC Soffia fez sua estreia no cinema, com o filme O Homem Cordial, dirigido por Iberê Carvalho, com Paulo Miklos e o rapper Thaíde no elenco. Nos próximos meses, a artista lançará seu primeiro EP, Soffisticada. O compacto, produzido de forma independente, é formado por cinco músicas inéditas, das quais, MC Soffia assina a letra e a música, sendo uma delas em parceria com o produtor Lucas Spike (Recayd Mob).

MC Soffia nas redes sociais
Wikipédia – https://pt.wikipedia.org/wiki/MC_Soffia
Facebook – https://www.facebook.com/mcsoffia/
YouTube – https://www.youtube.com/channel/UCoSH3TfZi4OP8_jU4VpVZCA

Katy Illy

Preta, feminista, da quebrada de São Paulo, fotógrafa. Escrevo com luz e me arrisco nas palavras. Nado pra não me afogar. Danço pra não enferrujar.