africa

Histórias afro-atlânticas

A exposição Histórias afro-atlânticas une dois dos maiores centros culturais de São Paulo, o MASP (Museu de Arte de São Paulo) e o Instituto Tomie Ohtake. São mais de 450 trabalhos de 214 artistas, do século 16 ao 21, em torno dos “fluxos e refluxos” entre a África, as Américas, o Caribe, e também a Europa. “O Brasil é um território central nas histórias afro-atlânticas, pois recebeu aproximadamente 46 por cento

Janet Jackson

Um ícone é sempre um ícone. Janet Jackson estava sem lançar um single desde 2015, e após ter um revés em sua carreira, parece que agora está voltando com tudo e usando de influências da diáspora negra em seu trabalho, colocando-se em sintonia com os artistas da década como Beyoncé. Veja também: [Playlist] Os sons do continente africano: O pop da Nigéria Janelle Monáe faz uma ode ao feminino em

O pop da Nigéria

A nossa primeira parada é na Nigéria com as novidades dos artistas pop. A África é um continente vasto, com mais de 50 países, cada qual com culturas diversas e únicas. Por isso é muito limitador e preguiçoso definir a cultura artística e musical do continente como uma coisa só. Pensando na vastidão de possibilidades e artistas que cada país possui, o Las Pretas vai começar a trazer playlists com

Ex Africa - CCBB SP

Após receber a exposição sobre o trabalho do renomado artista Jean Michel Basquiat, o Centro cultural Banco do Brasil em São Paulo está em cartaz com a exposição “Ex Africa” desde o dia 28/4. A mostra ficará disponível até o dia 16/7 de 2018. A entrada é franca e visitas agendadas também estão disponíveis. Sobre a mostra: “Exposição que traz ao CCBB pela primeira vez um grande e essencial panorama

Yorubá

Aprender um novo idoma é uma atividade muito legal. Então, que tal aprender Yorubá? Já pensou nessa possibilidade? A maioria dos falantes de Yorubá estão na Nigéria, mas a população Yorubá existe em vários lugares do mundo, pessoas que estão cada vez mais familiarizadas com sua ascendência e passam a buscar informações sobre língua que consideram materna. Pensando nisso Kola Tubosun,  linguista criador do site Yorubaname.com e Moussa Kone, artista do site Orishaimage.com se juntaram para criar o “Yoruba Melody

Afrofuturismo nas Artes Visuais

As artes visuais são uma categoria onde o afrofuturismo ainda tem poucos artistas representantes, mas é possível encontrar trabalhos que são muito importantes para o afrofuturismo nas artes visuais. Artistas que usam a imaginação na busca de pensar identidades para o povo negro, sempre olhando para o passado e o presente, imaginando futuros possíveis e melhores. Laolu Senbanjo Laolu é artista visual e performer, cantor, compositor e músico se considera

Estética afrofuturista

Dentro da estética afrofuturista as características negras do corpo negro são a norma. Nossa estética é reafirmada e vista como beleza. Nossos lábios são destaque, nosso cabelo é coroa, crespo natural, nas tranças, nos dreads ou nagô. Quando pensamos em futuros possíveis é impossível não refletirmos sobre a estética negra, vista como fora da norma branca europeia, ou quando bem vista taxada de “beleza exótica”. Nesse futuro possível nossa estética

instafoods

Conheça 5 Instafoods de culinária africana que vão além das fotos de comida tradicionais que você está acostumado a ver na rede social. O Instagram é uma rede social conhecida pela necessidade das pessoas postarem fotos do que eles estão comendo ou já comeram ao longo do seu dia. As contas de Instafoods (como são conhecidos os blogueiros culinários da rede), são algumas das que mais fazem sucesso e mantém

Afrofuturismo

Negros como protagonistas no passado, presente e futuro.   Afrofuturismo é o resgate da história dos negros na era pós diáspora Africana, o reposicionamento do negro dentro do imaginário cultural, um movimento estético que engloba música, cinema, literatura, moda, artes plásticas e também um movimento político de fortalecimento e resgate da identidade. A mistura do passado com o futuro, diversos aspectos das culturas africanas são inseridos no afrofuturismo. Em 1947,

Braids

Fizemos uma seleção de fotos e uma pesquisa sobre Box Braids para informar e inspirar quem está afim de colocar tranças. Elas são versáteis, coloridas e práticas, vão do estilo clássico até a lacração. Uma ótima opção para quem está passando pela transição capilar e não tem segurança para fazer o big chop e tampouco tem tempo ou paciência para lidar com as diferente texturas do cabelo parte com química