afropunk

Afropunk , geração tombamento

Os movimentos de empoderamento estético negro estão acontecendo em diversos lugares e se inspirando uns nos outros. Três movimentos ganharam destaque e reconhecimento tornando-se de estrema relevância na construção das diversas identidades negras. Vamos falar sobre eles? Afropunk O Afropunk além de um movimento é um festival de três dias que surgiu no Brooklyn. Em 2003 foi lançado um documentário com o mesmo nome produzido pelo Matthew Morgan e dirigido por

Estética afrofuturista

Dentro da estética afrofuturista as características negras do corpo negro são a norma. Nossa estética é reafirmada e vista como beleza. Nossos lábios são destaque, nosso cabelo é coroa, crespo natural, nas tranças, nos dreads ou nagô. Quando pensamos em futuros possíveis é impossível não refletirmos sobre a estética negra, vista como fora da norma branca europeia, ou quando bem vista taxada de “beleza exótica”. Nesse futuro possível nossa estética

Cabelos crespos coloridos

Nós mulheres negras sempre ouvíamos que tal cor não combinava com o nosso tom de pele quando pensávamos em tingir o cabelo ou usar maquiagem. Existem tutorias de beleza que declaram que o tom ruivo não fica bom em peles negras e morenas ou que o loiro não combina com a nossa pele. Felizmente nos últimos anos essa percepção vem mudando e junto com a transição capilar que muitas cacheadas