Ibeyi

Afro-latinas e caribenhas

No último dia 25 de julho foi comemorado o Dia da Mulher Negra Latina e Caribenha. “A data marca o 1° Encontro de Mulheres Negras Latinas e Caribenhas, que ocorreu em 1992 em Santo Domingo, na República Dominicana. Nesta data vários coletivos do país se articulam em eventos que promovem protestos e em várias regiões do país acontecem eventos como a Marcha das Mulheres Negras.” Leia também: Em 25 de julho

[Playlist] Canções para o autocuidado: Mulher Negra, se cuide.

Ser uma mulher negra é muitas vezes ter que carregar o mundo nas costas, cuidar da família, da casa, do dinheiro e ainda tratar de ser levada a sério em um mundo que tritura os nossos sonhos todo dia. Com tanto peso, responsabilidade e a rotina diária, acabamos nos esquecendo de tirar um tempo para cuidar de nós mesmas no processo e acabamos nos deixando em segundo plano. Pensando nisso

Novidades

Do funk ao rock selecionamos as melhores novidades lançadas nos últimos três meses no cenário nacional e internacional. O Las Pretas tem como um dos seus objetivos promover o trabalho de artistas negros dos mais variados estilos, pensando nisso vamos começar a trazer para vocês as novidades musicais e lançamentos dos artistas com playlists trimestrais que englobam todos os tipos de trabalhos. Se você conhece algum artista que acha que merece

Janelle Monáe

Quando falamos de Afrofuturismo na música o primeiro nome que vem em mente é o de Sun Ra, principal influência no surgimento do movimento nos anos 1960. Ao longo das décadas diversos artistas negros beberam e bebem da fonte do afrofuturismo, usando trajes futuristas e experimentando em suas composições musicais enquanto destacam o protagonismo negro e a ancestralidade. Sun Ra era o pseudônimo de Herman Poole Blount, nascido no Alabama, ele

ibeyi

O duo Ibeyi é formado pelas irmãs gêmeas Lisa-Kainde e Naomi Diaz, as irmãs são francesas, mas tem ascendência cubana por parte de seu pai Miguél Anga Diaz, que era percussionista e já integrou o Buena Vista Social Club, ele faleceu em 2006, aos 45 anos. O pai foi forte influência na vida musical das garotas, assim como o canto iorubá e a santería, que a dupla integrou em seu trabalho. As