leia mulheres negras

Resenha: Americanah

Americanah, lançado em 2013 foi meu primeiro romance da Chimamanda Ngozi Adichie. Um livro longo, com mais de quinhentas páginas que você lê rapidinho, ou talvez deva ler devagar porque não quer que acabe. Ele foi vencedor do National Book Critics Circle Award e eleito um dos melhores livros do ano pela NYTimes Book Review.   “Então ali estava ela, num dia repleto da opulência do verão prestes a trançar o

Livraria Africanidades ganha um espaço físico

No próximo dia 09 de dezembro a bibliotecária Ketty Valencio, de 34 anos, inaugura a loja física da Livraria Africanidades, criada para ampliar o acesso à literatura feita por mulheres negras. A sede batizada de Lá do Mato foi criada com o objetivo de ser um espaço colaborativo para mulheres empreendedoras. Durante a inauguração haverá um cortejo de abertura com o grupo de coco Semente de Crioula, bate-papo seguido de performance

Onde jazz meu coração, a poesia de Ryane Leão

O projeto de intervenção urbana Onde Jazz Meu Coração tem mais de cinco anos. Se você é do tipo que presta atenção quando anda por aí, já deve ter visto alguns dos lambes com poesias da Ryane pelas ruas da cidade de São Paulo. Ryane Leão é de Cuiabá, porém há mais de sete anos mudou-se para São Paulo de onde nunca mais saiu. É escritora, poeta, lésbica, professora, estudante de letras